Author: Rodrigo Ventura

Com a Alemanha saindo derrotada da primeira Guerra Mundial, a necessidade de construir uma nova ordem social acabou surgindo. Ela precisava se atualizar, se reerguer, se reconstruir. No meio de conflitos econômicos, políticos e culturais a Bauhaus foi criada (1919) e veio justamente pra ajudar nesse processo de renovação. A ideia da escola era misturar as Belas Artes com a Revolução Industrial. Usar a indústria como matéria prima artística e ferramenta de trabalho. Elevar o design dos produtos feitos para a grande massa. Bauhaus não acreditava na arte pela arte. E a partir disso, já vem a nossa primeira dica. Você está acompanhando o que está acontecendo? Lê notícias de diferentes portais? Se mantém informado e busca por atualidades na sua área de trabalho? Saber o que está acontecendo no mundo, no Brasil, ou na sua cidade é essencial para você conseguir se adaptar. Para você...

Tudo em uma apresentação tem que partir de um propósito. Nada deve estar ali à toa, mas sim alinhado a um objetivo. O design, por exemplo, deve ter uma função dentro da sua apresentação. Pra começar, precisamos estabelecer aqui que design não serve só para deixar os seus slides bonitos, mas sim, eficientes. Eles ajudam você a passar a sua mensagem e apoiam suas falas. Sua apresentação não deve depender dos slides, mas deve ser muito mais eficaz com eles. Bom, mas voltando a falar de design, de uma maneira geral, ele nunca serviu apenas como enfeite, ele sempre teve uma função dentro da comunicação, dentro da arquitetura, da arte, etc. Ele sempre teve uma tarefa a cumprir e a partir disso, ganhou forma. Em alguns posts que vou escrever aqui, vamos falar sobre a história do design e como isso pode nos ajudar não...

É lógico que esses 4 conceitos de design que vou passar aqui não vão te tornar um designer, nem vão resolver todos os seus problemas na hora de criar uma apresentação, porém eles te darão uma ótima base para começar a melhorar seus slides, te tornarão mais crítico na hora de analisar uma apresentação, seja de terceiros, ou quando você contratar alguém para produzir seus slides. O importante é você entender esses conceitos, aplicá-los e com o tempo, se aprofundar no assunto. Eu os retirei do livro Apresentações Zen, de Garr Reynolds, um perito no ramo de apresentações. Contraste: Somos guiados pelo contraste. Mesmo sem perceber, estamos a todo momento procurando por similaridades e notando diferenças. O contraste é o combustível do design da sua apresentação. Portanto, se você quer destacar uma informação certifique-se que ela esteja bem diferente dos outros elementos e não meio diferente. Isso...

Batemos muito na tecla da produção de conteúdo aqui no blog. Te damos dicas e mais dicas de como enriquecer sua apresentação, torná-la mais atrativa, inteligente, organizada e interessante. E ainda temos muitas para dar. Mas caros leitores, não podemos nos esquecer do design em apresentações. Em nossas vidas, somos guiados por ele, as marcas sabem como usá-lo para nos atrair, imagens e formas estão por todos os lados e geralmente elas guiam nossas escolhas. Alina Wheeler, no livro Design de Identidade de Marca nos mostra quais aspectos são importantes na criação de uma marca, em como sua aparência influência as pessoas, atrai clientes e os torna fiéis. Podemos muito bem usar essa mesma lógica para criar o design de nossas apresentações. Segundo Alina, um logo deve trabalhar com três fatores principais, e o mesmo vale pra nossa apresentação: Destaque: A identidade da sua apresentação deve ser diferente...

Guardiões da Galáxia é o novo filme da Marvel que faz qualquer marmanjo sair do cinema com um sorriso bobo na cara. Eu fui um desses. Então pensei, por que não usar esse filme para aprender alguma coisa e para se questionar, será que podemos usar a comédia em apresentações? A comédia é uma ótima ferramenta. Não estou dizendo para você incorporar o espírito da Turma do Didi e subir no palco, mas todo mundo tem alguma história engraçada pra contar. E elas podem ser usadas com um propósito. Quebrar o gelo e usar uma simples narrativa como exemplo, pode facilitar muito para a plateia entender o que você está falando. Histórias cotidianas mesmo, aquelas pelas quais todos mundo já deve ter passado, ou conhece alguém que já passou são as melhores. Elas geram identificação, risadas e o melhor, fazem crescer no público uma empatia por você. Em Guardiões da Galáxia, vemos assuntos...