Pipoca Moderna | Forrest Gump, o mestre do storytelling
688
post-template-default,single,single-post,postid-688,single-format-standard,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-15.0,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Forrest Gump, o mestre do storytelling

Forrest Gump foi realmente uma figura notável. Conheceu o presidente dos Estados Unidos inúmeras vezes, foi a China jogar Ping Pong, lutou na Guerra do Vietnã e ganhou uma medalha de honra ao mérito por isso, formou uma grande corporação de pesca de camarão e correu pelos Estados Unidos inteiro, se tornando celebridade. De tudo isso, com certeza podemos aprender algo sobre apresentações.

Busque referências para a sua apresentação. Por melhor que o seu argumento seja, sem algum exemplo da sua aplicação o público pode acabar achando sua ideia utópica. Para se livrar daqueles “legal a ideia, mas isso nunca ia dar certo”, busque exemplos e pesquisas que comprovem seu ponto de vista, fundamentando melhor a sua apresentação. Forrest Gump serviu de referência para muita gente, até mesmo para Elvis Presley. Vendo o garoto de pernas mecânicas se remexendo todo ao ouvir a sua música, Elvis ficou impressionado e resolveu levar a dança de Forrest para o seu show. Busque trabalhos de outras pessoas que sustentem o seu, mas não façamos como Elvis, indique sempre a referência.

Storytelling é a chave para segurar a atenção das pessoas. Ao contar uma narrativa, o público fica atento, ansioso e curioso para saber o desenrolar do episódio. Saiba usar isso em apresentações. Por meio de histórias pode-se passar mensagens, ideias e conceitos, que se fixarão mais profundamente na cabeça do público por estarem envoltos em um contexto e por gerarem identificação com a plateia. Forrest ao sentar-se num banco de praça e começar a contar a sua história nos prende pelo filme inteiro e até faz uma velhinha desistir de pegar um ônibus só para ficar ouvindo, esperando ansiosamente o desfecho.

Além de ser um grande filme, com Forrest Gump aprendemos que fundamentar seus argumentos é essencial para melhorar a sua apresentação e que histórias podem ser armas muito poderosas. E como mamãe sempre dizia: ”A vida é como uma caixa de chocolate, você nunca sabe que apresentação vai encontrar.”

Rodrigo Ventura
rodrigo@pipocamoderna.com

Sócio-fundador da Pipoca Moderna, colecionador de discos, apreciador de plantas, livros e churros.