Pipoca Moderna | Comédia em apresentações, pode?
1275
post-template-default,single,single-post,postid-1275,single-format-standard,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-15.0,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Comédia em apresentações, pode?

Guardiões da Galáxia é o novo filme da Marvel que faz qualquer marmanjo sair do cinema com um sorriso bobo na cara. Eu fui um desses. Então pensei, por que não usar esse filme para aprender alguma coisa e para se questionar, será que podemos usar a comédia em apresentações?

comédia é uma ótima ferramenta. Não estou dizendo para você incorporar o espírito da Turma do Didi e subir no palco, mas todo mundo tem alguma história engraçada pra contar. E elas podem ser usadas com um propósito. Quebrar o gelo e usar uma simples narrativa como exemplo, pode facilitar muito para a plateia entender o que você está falando. Histórias cotidianas mesmo, aquelas pelas quais todos mundo já deve ter passado, ou conhece alguém que já passou são as melhores. Elas geram identificação, risadas e o melhor, fazem crescer no público uma empatia por você. Em Guardiões da Galáxia, vemos assuntos sérios em discussão, um vilão amedrontador (como os clássicos dos quadrinhos) mas mesmo assim, os Guardiões são engraçados,  e a comédia se destaca no meio de toda a narrativa. Ou seja, você pode tratar de um assunto sério sendo engraçado. Como exemplo de uma apresentação real, está aqui a palestra de Ken Robinson que analisamos pra vocês. Nela, ele fala sobre a necessidade da atualização do sistema educacional mundial que sufoca a criatividade infantil. Tudo isso, mantendo o tom de descontração.

Aposte em personagens. Somos seres emotivos, e constantemente quando vemos um filme, ou qualquer outro programa de TV tendemos a nos identificarmos com seus personagens. É algo natural e irracional, quando menos vimos, já estamos tão inseridos na história quanto o próprio personagem em si. Para causar essa sensação no público busque, ao contar alguma história, criar um bom personagem principal, alguém com quem eles possam se identificar. Pode até ser você mesmo. No caso do filme, uma trupe de 5 seres (sendo apenas um humano) geram uma tremenda identificação com o público. Entre eles, um Guaxinim e uma árvore falante roubam a cena, acredite se quiser, e são os personagens que mais nos fazem entrar na história. Qualquer personagem pode chamar a atenção, você apenas tem que dá-lo destaque.

Guardiões da Galáxia é um filme descompromissado e tem como prioridade te divertir. Não precisamos separar a diversão do trabalho, então porque não tentar aprender com os Guardiões como melhorar sua apresentação? Não descarte a comédia e aposte em personagens. Quem sabe você poderá salvar a Galáxia de uma apresentação chata.

Rodrigo Ventura
rodrigo@pipocamoderna.com

Sócio-fundador da Pipoca Moderna, colecionador de discos, apreciador de plantas, livros e churros.