Pipoca Moderna | 4 Dicas de Design
1441
post-template-default,single,single-post,postid-1441,single-format-standard,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-15.0,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

4 Dicas de Design

É lógico que esses 4 conceitos de design que vou passar aqui não vão te tornar um designer, nem vão resolver todos os seus problemas na hora de criar uma apresentação, porém eles te darão uma ótima base para começar a melhorar seus slides, te tornarão mais crítico na hora de analisar uma apresentação, seja de terceiros, ou quando você contratar alguém para produzir seus slides. O importante é você entender esses conceitos, aplicá-los e com o tempo, se aprofundar no assunto. Eu os retirei do livro Apresentações Zen, de Garr Reynolds, um perito no ramo de apresentações.

Contraste:

Somos guiados pelo contraste. Mesmo sem perceber, estamos a todo momento procurando por similaridades e notando diferenças. O contraste é o combustível do design da sua apresentação. Portanto, se você quer destacar uma informação certifique-se que ela esteja bem diferente dos outros elementos e não meio diferente. Isso pode ser feito de diversas formas, por exemplo, usando cores diferentes, usando o espaço (perto e longe, cheio e vazio), pela escolha da fonte (fontes maiores ou menores), pela posição dos elementos dentro do slide (de um lado, do outro, em cima ou em baixo, sozinho ou agrupado). A mais importante função do contraste é deixar fácil para o público entender o que você quer dizer com aquele slide. A mensagem fica clara, pois está destacada de alguma forma. Não usar bem o contraste nos seus slides pode não só deixar o público entediado, mas também confuso.

Repetição:

Repetição consiste em dar algum tipo de padrão aos seus slides. Torná-los relacionados de alguma forma, por algum elemento qualquer. Isso serve para mostrar que todos seus slides fazem parte de algo maior. Dá um senso de estabilidade, coesão e unidade a sua apresentação. Mas tente não exagerar, faça uma ligação sútil, nada que possa fazer a plateia enjoar dos seus slides, ou torná-los repetitivos a ponto de serem previsíveis.

Alinhamento:

Enquanto a repetição é um conceito que envolve todos seus slides, o alinhamento trata de um único slide por vez. O alinhamento consiste em não deixar seu slide parecendo uma bagunça (a não ser que seja proposital), serve para alinhar suas informações de uma maneira com que elas fiquem mais claras para a plateia. Deixar seu slide organizado, com as informações expostas com alguma conexão visual, e não aleatoriamente. Isso dá ao seu slide um ar mais profissional e mais limpo.

Proximidade:

A proximidade consiste em saber relacionar os elementos do seu slide. Colocar próximas as informações que estão conectadas, mantendo uma hierarquia visual. Pense que as pessoas não podem perder tempo tentando decifrar o seu slide. Ao invés de estarem pensando sobre o que você está falando elas vão estar quebrando a cabeça tentando entender o que é que a sua tela significa.  O objetivo aqui é facilitar ao máximo o entendimento da plateia em relação ao conteúdo dos seus slides, deixando bem claro o que se relaciona com o que.

Design importa e muito, mas não como um enfeite, e sim para facilitar e amplificar a sua comunicação. Um design eficiente significa expor informações de uma maneira fácil de entender e ao mesmo tempo que consiga chamar a atenção. Após fazer os slides da sua apresentação leve em conta esses princípios e garanto que sua apresentação ganhará muita força.

Rodrigo Ventura
rodrigo@pipocamoderna.com

Sócio-fundador da Pipoca Moderna, colecionador de discos, apreciador de plantas, livros e churros.